Pages

sábado, 31 de março de 2012

CINCO CAMPOS DA ATUAÇÃO DO ESPIRITO SANTO NA VIDA DO HOMEM

Texto: Rm 8.

Sabemos que o Espírito Santo veio para guiar todas as nossas ações, porém, Ele não faz do homem um robô para ser controlado a distancia. Ele vem morar dentro do ser humano, e, assim usa nossos membros como seus instrumentos para a gloria de Deus (Rm 8.15; 1Co 6.19,20).

1. O campo do controle (vv. 1-4) – A palavra chave aqui é LEI (Rm 7. 19-24). Paulo exemplifica aqui aquele cristão, que está tentando servir a Deus mais não consegue se desvencilhar do mundo que de perto o rodeia. O pecado prende incondicionalmente, o Espírito liberta e vigia com cuidado (2Co 3.17; Ef 4.30; Tg 4.5-7). Aqui vemos um processo que emancipa. O Espírito Santo não quer que nós vivamos sob pressão para andarmos nos trilhos de Deus, Ele quer que por emancipação façamos isso, quer dizer, por escolha, por decisão própria e não sob ameaças (Rm 6.17,18).

2. O campo do pensamento (vv. 5-7). As vias sensoriais são sem dúvida as mais atacadas pelo diabo, pois o pecado é gerado ai, no psicológico do homem – Aqui a palavra chave é MENTE (2Co 10.5; Fil 4.7,8; Ef 6.17a). Aqui vemos um poder que eleva (Gal 5.16-18; Ef 1.16-18; 3. 14-18).

3. O campo da ação (v 13) – A palavra chave é OBRAS (v 13). Aqui vemos um processo que erradica (Gal 5.19-22). Erradicar é extirpar, desarraigar, arrancar pela raiz. Uma doença não é erradicada da noite para o dia, se trabalha com prevenções através das vacinas. Assim também, a doença do pecado, seja ele qual for, deve ser combatida com o remédio da Palavra de Deus. Apliquemos sempre a vacina da Palavra. Porque é que o crente vem para o culto de doutrina? Será que ele está vivendo em pecado constante? Não. Ele vem para receber a vacina da Palavra (2Tm 3. 16.17).

4. O campo do ambiente (vv 22-25), não podemos nos entusiasmar com este mundo, pois, “o mundo passa, e a suas concupiscências” (1Jo 2.17), o crente está com muita esperança aguardando a volta de Jesus (1Ts 1.10) – Aqui a palavra chave é ESPERANÇA (Rm 5.2-5; 8.18). Aqui vemos um processo que entusiasma (1Co 2.9). “Passarinhos belas flores querem me encantar, são vãos terrestres esplendores, pois contemplo meu lar” (HC 36).

5. O campo da oração (vv.26,27; 1Ts 5.17) – Palavra chave é INTERSEÇÃO (2Co 1. 3-4; Ef 6.18; Col 1.9;). Aqui vemos um processo que educa. Somos educados a orar uns pelos outros (Tg 5. 16; Gal 6.2). Saímos da oração egoísta, “venha a nós”, somente a nós!

0 comentários:

Postar um comentário