Pages

sábado, 31 de março de 2012

CINCO CAMPOS DA ATUAÇÃO DO ESPIRITO SANTO NA VIDA DO HOMEM

Texto: Rm 8.

Sabemos que o Espírito Santo veio para guiar todas as nossas ações, porém, Ele não faz do homem um robô para ser controlado a distancia. Ele vem morar dentro do ser humano, e, assim usa nossos membros como seus instrumentos para a gloria de Deus (Rm 8.15; 1Co 6.19,20).

1. O campo do controle (vv. 1-4) – A palavra chave aqui é LEI (Rm 7. 19-24). Paulo exemplifica aqui aquele cristão, que está tentando servir a Deus mais não consegue se desvencilhar do mundo que de perto o rodeia. O pecado prende incondicionalmente, o Espírito liberta e vigia com cuidado (2Co 3.17; Ef 4.30; Tg 4.5-7). Aqui vemos um processo que emancipa. O Espírito Santo não quer que nós vivamos sob pressão para andarmos nos trilhos de Deus, Ele quer que por emancipação façamos isso, quer dizer, por escolha, por decisão própria e não sob ameaças (Rm 6.17,18).

2. O campo do pensamento (vv. 5-7). As vias sensoriais são sem dúvida as mais atacadas pelo diabo, pois o pecado é gerado ai, no psicológico do homem – Aqui a palavra chave é MENTE (2Co 10.5; Fil 4.7,8; Ef 6.17a). Aqui vemos um poder que eleva (Gal 5.16-18; Ef 1.16-18; 3. 14-18).

3. O campo da ação (v 13) – A palavra chave é OBRAS (v 13). Aqui vemos um processo que erradica (Gal 5.19-22). Erradicar é extirpar, desarraigar, arrancar pela raiz. Uma doença não é erradicada da noite para o dia, se trabalha com prevenções através das vacinas. Assim também, a doença do pecado, seja ele qual for, deve ser combatida com o remédio da Palavra de Deus. Apliquemos sempre a vacina da Palavra. Porque é que o crente vem para o culto de doutrina? Será que ele está vivendo em pecado constante? Não. Ele vem para receber a vacina da Palavra (2Tm 3. 16.17).

4. O campo do ambiente (vv 22-25), não podemos nos entusiasmar com este mundo, pois, “o mundo passa, e a suas concupiscências” (1Jo 2.17), o crente está com muita esperança aguardando a volta de Jesus (1Ts 1.10) – Aqui a palavra chave é ESPERANÇA (Rm 5.2-5; 8.18). Aqui vemos um processo que entusiasma (1Co 2.9). “Passarinhos belas flores querem me encantar, são vãos terrestres esplendores, pois contemplo meu lar” (HC 36).

5. O campo da oração (vv.26,27; 1Ts 5.17) – Palavra chave é INTERSEÇÃO (2Co 1. 3-4; Ef 6.18; Col 1.9;). Aqui vemos um processo que educa. Somos educados a orar uns pelos outros (Tg 5. 16; Gal 6.2). Saímos da oração egoísta, “venha a nós”, somente a nós!

quinta-feira, 29 de março de 2012

Reencarnação ou Novo Nascimento?


E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo” (He 9.27)



Desde a criação do homem que ele procura em quem colocar a culpa pelos seus fracassos, pecados, problemas e aflições (Gn 3. 9-13).



Como conseqüência da doutrina da reencarnação, a terapia de vidas passadas está ganhando cada vez mais simpatizantes. O objetivo é o mesmo: Evitar qualquer julgamento por parte de um Deus pessoal e ter em quem lançar a culpa pelos fracassos e sofrimentos pessoal. Dizem os que crêem nessa doutrina: “Sou assim porque estou pagando pelos erros de antepassados”.



Se é preciso terapia para solucionar os problemas da humanidade, essa deve ser feita enquanto o individuo vive e jamais após a morte pelos seguintes motivos:



1.     A palavra de Deus (a Bíblia sagrada) é categórica em afirmar que os mortos não voltam, e, que o julgamento será individual, isto é, cada um será julgado segundo as suas obras.

a.     Disse, porém, Abraão: Filho. Lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado. E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quiserem passar daqui para vós não poderiam, nem tão pouco os de lá passar para cá. E disse ele: Rogo-te pois, ó pai que mandes a casa de meu pai. Pois tenho cinco irmãos; para que lhes dê testemunho, a fim de que não venham também para este lugar de tormento. Disse-lhe Abraão: Têm Moisés e os profetas; ouçam-nos”. (Lc 16. 25-29).

b.     “Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem cousa nenhuma... Até o seu amor, o seu ódio, e a sua inveja já pereceram, e já não têm parte alguma neste século, em cousa alguma do que se faz debaixo do sol”(Ec 9. 5,6).

c.      “Quando vos disserem: consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos, que chilreiam e murmuram entre os dentes; não recorrerá um povo ao seu Deus? A favor dos vivos interrogar-se-ão aos mortos?” (Is 8. 19).

d.     “Mas os que forem havidos dignos de alcançar o mundo vindouro, e a ressurreição dos mortos, nem hão de casar, nem ser dados em casamento; Porque já não podem mais morrer; pois são iguais aos anjos, e são filhos de Deus, sendo filhos da ressurreição. E que os mortos hão de ressuscitar também o mostrou Moisés junto da sarça, quando chama ao Senhor Deus de Abraão, e Deus de Isaque, e Deus de Jacó. Ora Deus não é Deus de mortos, mas de vivos; porque para ele vivem todos” (Lc 20. 35-38).

e.     “Conjuro-te, pois diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino” (2Tm 4.1).

f.       “Foi para isto que morreu Cristo, e tornou a viver; porá ser Senhor, tanto dos mortos, como dos vivos. De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus” (Rm 14.9,12).

g.     “Os quais hão de dar conta aos que está preparado para julgar os vivos e os mortos” (1Pe 4.5).

h.     “E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da Palavra de Deus e por amor ao testemunho que deram” (Ap 6.9).

i.        “E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra”. (Ap 11.18).

j.       “Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição” (Ap 20.5).

k.     “E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante do trono, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida: e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles haviam; e foram julgados cada um segundo as suas obras”(Ap 20. 11-13).

l.        “Assim morreu ali Moisés, servo do Senhor, na terra de Moabe, conforme ao dito do Senhor. E a o sepultou num vale, na terra de Moabe, defronte de Bete-Peor; e ninguém tem sabido até hoje a sua sepultura” (Dt 34. 5,6).

m.  “E, estando ele orando, transfigurou-se a aparência do seu rosto, e o seu vestido ficou branco e mui resplandecente. E eis que estavam falando com ele dois varões, que eram Moisés e Elias. Os quais apareceram com gloria, e falavam da sua morte, a qual havia de cumprir-se em Jerusalém” (Lc 9. 29-31).





2.     O novo nascimento (Jo 3. 3-8; 1.12,13), não é reencarnação, e, a Bíblia nos mostra que os nascidos de novo, não só não tiveram uma vida no passado, como também não tem mais um passado nesta vida.

·        No batismo Jesus assume nosso passado, e, nós assumimos o passado de Jesus.

a.     “Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte. De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo ressuscitou dos mortos, pela gloria do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida. Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na sua ressurreição; sabendo isto, que nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado. Porque aquele que está morto está justificado do pecado”(Rm 6.3-7).

b.     “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (2Co 5.17).



·        Assim como a terapia de vidas passadas, a terapia do passado da vida está sendo fortemente disseminadas por muitas igrejas hoje em dia. O diabo quer vasculhar o passado. Ensinam a regressão. Retrocedem apenas um pouco menos, más, a intuição é a mesma: procurar de quem é a culpa da existência dos problemas atuais na vida de um individuo. Daí, que dizem os que pregam a cartazes, que é preciso descobrir quem é o culpado, para que a pessoa possa ser perdoada. Há pessoa que estão perdoando até Deus, pois dizem que o culpado de suas dores foi o próprio Deus.

·        Torna-se uma banalidade, porque não dizer heresia, pois como buscar uma coisa que já para Deus não existe mais? Vejamos o que diz a Bíblia:

a.     “Eu, eu mesmo, sou o que apaga as tuas transgressões por amor de mim, dos teus pecados me não lembro” (Is 443.25).

b.     “E, quando vós estáveis mortos nos pecados, e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas, havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz. E despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e deles triunfou em si mesmo” (Col 2. 13-15).



3.     O segredo do novo homem está justamente em Deus esquecer o seu passado

a.     “Não vos lembreis das cousas passadas, nem considereis as antigas” (Is 43.18).

b.     “Eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro” (Is 43.25).

c.      “Pois eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá lembrança das cousas passadas, jamais haverá memória delas” (Is 65. 17).

d.     “...Pois, perdoarei as duas iniquidades e dos seus pecados jamais me lembrarei”(Jr 31.34).

e.     “De todas as transgressões que cometeu não haverá lembrança contra ele; pela justiça que praticou viverá” (Ez 18.22).

f.       “Quando eu disser ao perverso: Certamente morrerás; se ele se converter do seu pecado, e dizer juízo e justiça, e restituir esse perverso o penhor, pagar o furtado, andar nos estatutos da vida, e não praticar iniquidade, certamente viverá, não morrerá. De todos os seus pecados que cometeu não se fará memória contra ele: juízo e justiça fez, certamente viverá”(Ez 33.14-16).

g.     “Pois, para com as suas iniquidades usarei de misericórdia, e dos seus pecados jamais me lembrarei” (Hb 8.12).

h.     “Também de nenhum modo me lembrarei dos seus pecados e das suas iniquidades, para sempre.Ora, onde há remissão destes, já não há oferta pelo pecado” (Hb 10. 17,18).



4.     O tempo para a solução dos problemas se chama Hoje!



a.     ‘De novo determina certo dia, hoje, falando por Davi, muito tempo depois, segundo antes fora declarado: hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações” (Hb 4.7).

·        Vemos que o coração se endurece hoje, não ontem e nem na suposta vida passada. O tratamento de Deus é para aqueles que se dispõem hoje ao arrependimento e ao abandono do pecado.

b.     “O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia” (Pv 28.13).



5.     Esse caminho da prosperidade está sendo totalmente esquecido pelo evangelho pregado atualmente. Não há prosperidade sem confissão; não há prosperidade sem arrependimento; não há prosperidade sem o abandono do pecado.

·        Parece que tem sido mais fácil procurar a resposta para os nossos problemas no passado, esquecendo que Jesus já cuidou dele. Paulo tinha um pensamento diferente quanto a isso:

a.     Esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Fil 3.13,14).

b.     Tendo Jesus cancelado o escrito de dívida que era contra nós e que constava de ordenanças, o qual nos era prejudicial, removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz; e despojando os principados e as potestades, publicamente os expôs ao desprezo, triunfando deles na cruz” (Col 2.14,15).


terça-feira, 27 de março de 2012

CPAD lança site oficial para contar a história da Harpa Cristã

Neste ano de 2012, a Harpa Cristã, hinário oficial das Assembleias de Deus no Brasil, está completando 90 anos.

A primeira edição foi lançada em 1922, em Recife (PE), com hinos para todos os tipos de celebrações que acontecem na igreja: cultos públicos, batismo, casamento, Santa Ceia, entre outros.

E para contar a história da Harpa Cristã, a Casa Publicadora das Assembleias de Deus, lança nesta quarta-feira (21), o site oficial contando toda a história do hinário que faz parte da vida de gerações de assembleianos. São vídeos, notícias e o histórico do hinário mais popular da igreja evangélica brasileira.

No site, também podem ser encontrados arquivos dos diferentes produtos relacionados à Harpa Cristã.

Acesse: http://www.harpacrista.com.br/

Redação CPAD News

domingo, 25 de março de 2012

GRANDE CRUZADA EVANGELÍSTICA NA CIDADE DE LAGOA SECA - COMEAD-CGPB


No próximo sábado, dia 31, a Igreja Assembleia de Deus em Lagoa Seca, filiada à COMEAD-CGPB realizará a grande Cruzada Evangelística 'Lagoa Seca para Cristo'.
O evento acontecerá na Rua Euzébio dos Santos, número 162, em frente ao salão alugado, onde os irmãos estão congregando provisoriamente na cidade de Lagoa Seca.
A Cruzada Evangelística será dirigida pelo Pr. Eriosvaldo de Farias, que é o pastor local e contará com a participação de caravanas vindas de Campina Grande e cidades vizinhas.
No período de louvor, estarão adorando a Jesus cantores e conjuntos locais e o preletor da noite será o Pastor Daniel Nunes da Silva (Presidente da ADCG e COMEAD-CGPB).
O grande culto ao ar livre começa às 19h e você é o nosso convidado especial.

ASSEMBLEIA DE DEUS EM LAGOA SECA (COMEAD-CGPB): UMA IGREJA QUE PREZA PELA UNIDADE DO POVO DE DEUS!

quinta-feira, 22 de março de 2012

"SE ALGUÉM TEM SEDE, VENHA A MIM E BEBA"


Essas palavras Jesus expressou por ocasião da festa dos tabernáculos. Essa festa acontecia no mês de setembro, no fim desse mês. Também era conhecida como a Festa da Colheita, pois era uma festa de ação de graças por todas as colheitas, quer dizer, da cevada, do trigo e da uva. O povo de Israel saía de suas casas e fazia tendas de paredes de ramos e coberturas de folhas de palmeiras, relembrando assim o tempo que passaram como peregrinos no deserto rumo a Canaã (Lev 23. 40-43).
Essa era uma comemoração histórica para o povo de Israel. Naquele momento, quando ricos e pobres, vindo com seus ramos ao templo, faziam como um corredor de palmas,e, o sacerdote, saía com uma vazilha de mais ou menos um litro e meio, enchia na fonte de Siloé, e voltando, derramava sobre o altar, enquanto o povo cantava Isaias 12.3: "E vós com alegria tirareis águas das fontes de salvação". Também davam graças a Deus pelas chuvas que lhes tinham proporcionado tão grande colheita.
Foi, exatamente nesse momento que ressoa a voz de Jesus: "Se alguém tem Sede, venha a mim e beba"(Jo 7.37). Jesus chamava a atenção dos judeus, que aquela água que o sacerdote buscava no tamque de Siloé, apenas saciava a sede material, mas, Ele poderia saciar a sede do interior do homem.
Quantos de nós, estamos preocupados apenas com os bens desta terra, porém, Jesus nos oferece o bem maior, a riqueza imensuravel, a salvação de nossas almas. Vamos pois a Ele!

Pr. Daniel Nunes

sábado, 17 de março de 2012

O EVANGELISTA DANIEL, DA CIDADE DE CAMPINA GRANDE VISITA OBRA MISSIONÁRIA NA BOLIVIA







O EVANGELISTA DANIEL, QUE É OBREIRO DA ASSEMBLEIA DE DEUS NA CIDADE DE CAMPINA GRANDE, CUJO PRESIDENTE É O PR DANIEL NUNES, FOI VISITAR OS CAMPOS MISSIONÁRIOS NA BOLIVIA. EM UMA LIGAÇAO INTERNACIONAL O MESMO FALOU COM O PR PRESIDENTE, QUANDO ESTAVA REUNIDO COM O PASTOR PABLO RIVERA, MISSIONÁRIO DA AD EM CAMPINA GRANDE NA CAPITAL CONSTITUCIONAL DA BOLIVIA, A CIDADE DE SUCRE. FOI COM GRANDE ALEGRIA QUE O PASTOR DANIEL NUNES RECEBEU O TELEFONEMA INTERNACIONAL DO EVANGELISTA DANIEL E NA OPORTUNIDADE FALOU TAMBÉM COM O PASTOR PABLO REVERA, QUE DISSE ESTAR MUITO CONTENTE COM A VISITA DO OBREIRO DE CAMPINA GRANDE EM SEU LAR. ESSE GESTO DO EVANGELISTA DANIEL PODE SER IMITADO POR TODOS AQUELES QUE AMAM A OBRA MISSIONÁRIA. VEJA AS FOTOS RECÉM ENVIADAS PELO PASTOR PABLO PARA A IGREJA DE CAMPINA GRANDE.
NA FOTO TOCANDO A GUITARRA É O EVANGELISTA DANIEL, ISSO PARA QUEM NÃO O CONHECE, E, REALIZANDO O BATISMO É O PASTOR FRANS RIVERA, QUE É MISSIONÁRIO DA AD EM CAMPINA GRANDE E IRMÃO DO PASTOR PABLO.

sexta-feira, 16 de março de 2012

Coisas que declaramos crer, mas que, provavelmente não cremos

Por Samuel Torralbo
1) Declaramos acreditar que, a bíblia é a palavra de Deus – Mas quantas horas por dia passamos lendo, meditando e aprendendo com a Bíblia?

2) Declaramos acreditar na missão da Igreja – Mas quantas almas ganhamos para Cristo? – O que temos feito realmente por missões? – Quanto tempo passamos em oração pelas almas?

3) Declaramos acreditar que, buscando o Reino de Deus e a sua justiça, as demais coisas são acrescentadas – Mas porque a maioria dos cristãos passam a maior parte do tempo buscando as demais coisas?

4) Declaramos acreditar que existe o inferno – Mas qual tem sido a nossa urgência diante desta declaração em pregar o evangelho de Cristo para regatar vidas da perdição eterna?

5) Declaramos acreditar que existe o céu – Mas porque não vivemos na terra com a alegria, a esperança e a fé daqueles que herdarão a eternidade com Cristo? Uma vez que, infelizmente, muitas pessoas não desejam serem cristãos pelo péssimo testemunho de alguns que cantam “Aleluia para o céu eu sigo caminhando”.

6) Declaramos acreditar que a Igreja é um corpo e uma família – Mas porque muitas pessoas que se dizem igreja, vivem se gladiando e guerreando entre si?

7) Declaramos acreditar no poder da oração – Mas quanto tempo dedicamos a orar e falar com Deus?

8 ) Declaramos acreditar nos estragos causados pelo pecado – Mas quanto vigiamos e lutamos contra o pecado?

9) Declaramos acreditar no arrebatamento da Igreja – Mas porque muitos cristão vivem como se nunca deixariam o mundo?

10) Declaramos ser amigos de Cristo – Mas a declaração de Jesus é está: “Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando.” (João 15.14)

Oração: Pai, que as nossas declarações de fé não sejam apenas expressões ideológicas condicionadas à religiosidade, mas que antes, seja realmente a expressão de nossas vidas em gratidão pelo Teu amor revelado em Cristo Jesus, nosso Senhor!

***
Samuel Torralbo é pastor, pregador e está sempre contribuindo no Púlpito Cristão com artigos relevantes como este.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Lascívia


Lascívia: propensão para a luxúria; sensualidade exagerada; excitação

Estratégias para Lutar Contra a Lascívia

Estou pensando em homens e mulheres.

- Para os homens, isto é óbvio. A necessidade de lutar contra o bombardeamento de tentações visuais para nos fixarmos em imagens sexuais é urgente.

- Para as mulheres, isto é menos óbvio, porém tal necessidade se torna maior, se ampliamos o escopo da tentação de alimentar imagens ou fantasias de relacionamentos.

- Quando uso a palavra “lascívia”, estou me referindo principalmente à esfera dos pensamentos, imaginações e desejos que visualizam as coisas proibidas por Deus e freqüentemente nos levam a conduta sexual errada.

- Não estou dizendo que o sexo é mau. Deus o criou e o abençoou. Deus tornou o sexo agradável e definiu um lugar para ele, a fim de proteger sua beleza e poder — ou seja, o casamento entre um homem e uma mulher.

- Mas o sexo tornou-se corrompido pela queda do homem no pecado. Portanto, temos de exercer restrição e fazer guerra contra aquilo que pode nos destruir.

Em seguida, apresentamos algumas estratégias para lutar contra desejos errados.

1. Evitar — evite, tanto quanto for possível e sensato, imagens e situações que despertam desejos impróprios.

- Eu disse “tanto quanto possível e sensato”, porque às vezes a exposição à tentação é inevitável.

- E usei os termos “desejos impróprios” porque nem todos os desejos por sexo, alimento e família são maus.

- Sabemos quando tais desejos são impróprios, prejudiciais e estão se tornando escravizantes.

- Conhecemos nossas fraquezas e o que provoca tais desejos. Evitar é uma estratégia bíblica.

“Foge, outrossim, das paixões da mocidade. Segue a justiça” ( 2 Tm 2.22).

“Nada disponhais para a carne no tocante às suas concupiscências” (Rm 13.14).

Não — diga “não” a todo pensamento lascivo, no espaço de cinco segundos.1 E diga-o com a autoridade de Jesus Cristo.

“Em nome de Jesus: Não!” Você não tem mais do que cinco segundos.

- Se passar mais do que esse tempo sem opor-se a tal pensamento, ele se alojará em sua mente com tanta força, a ponto de se tornar quase irremovível.

- Se tiver coragem, diga-o em voz alta. Seja resoluto e hostil. Como disse John Owen: “Mate o pecado, se não ele matará você”.2 Ataque-o imediatamente, com severidade. “Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós” (Tg 4.7).

2. Voltar — volte seus pensamentos forçosamente para Cristo, como uma satisfação superior. Dizer “não” será insuficiente.

- Você tem de mover-se da defesa para o ataque. Combata o fogo com fogo. Ataque as promessas do pecado com as promessas de Cristo.

- A Bíblia chama a lascívia de “concupiscências do engano” (Ef 4.22). Tais concupiscências mentem. Prometem mais do que podem oferecer.

- A Bíblia as chama de “paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância” (1 Pe 1.14). Somente os tolos cedem a elas. “Num instante a segue, como o boi que vai ao matadouro” (Pv 7.22).

- O engano é vencido pela verdade. A ignorância é derrotada pelo conhecimento. E tem de ser uma verdade gloriosa e um conhecimento formoso.

- Esta é razão por que escrevi o livro Vendo e Provando a Cristo (Seeing and Proving Christ — Crossway, 2001). Preciso de breves retratos de Cristo para me manter despertado, espiritualmente, para a sublime grandeza do Senhor Jesus.

- Temos de encher nossa mente com as promessas e os deleites de Jesus. E volvermo-nos imediatamente para tais promessas e deleites, depois de havermos dito “não”.

3. Manter — mantenha, com firmeza, a promessa e o deleite de Cristo em sua mente, até que expulsem a outra imagem.

“Olhando firmemente para... Jesus” (Hb 12.2).

- Muitos fracassam neste ponto. Eles desistem logo. Dizem: “Tentei expulsar a fantasia, mas não deu certo”.

- Eu lhes pergunto: “Por quanto tempo fizeram isso?” Quanta rigidez exerceram em sua mente? Lembre: a mente é um músculo. Você pode flexioná-la com violência. Tome o reino de Deus por esforço (Mt 11.12).

- Seja brutal. Mantenha diante de seus olhos a promessa de Cristo. Agarre-a. Agarre-a! Não a deixe ir embora. Continue segurando-a. Por quanto tempo? Quanto for necessário. Lute! Por amor a Cristo, lute até vencer!

- Se uma porta automática estivesse para esmagar seu filho, você a seguraria com toda a sua força e gritaria por ajuda. E seguraria aquela porta... seguraria... seguraria... Jesus disse que muito mais está em jogo no hábito da lascívia (Mt 5.29).

4. Apreciar — aprecie uma satisfação superior. Cultive as capacidades de obter prazer em Cristo.

- Uma das razões porque a lascívia reina em tantas pessoas é porque Cristo não lhes é muito cativante.

- Falhamos e somos enganados porque temos pouco deleite em Cristo. Não diga: “Esta conversa espiritual não é para mim”.

- Que passos você tem dado para despertar sua afeição por Cristo. Você tem lutado por encontrar gozo? Não seja fatalista.

- Você foi criado para valorizar a Cristo — de todo o coração — mais do que valoriza o sexo, o chocolate ou o açúcar.

- Se você tem pouco desejo por Cristo, os prazeres rivais triunfarão. Peça a Deus que lhe dê a satisfação que você não tem.

“Sacia-nos de manhã com a tua benignidade, para que cantemos de júbilo e nos alegremos todos os nossos dias” (Sl 90.14).

- E olhe... olhe... e continue olhando para Aquele que é a pessoa mais magnificente do universo, até que você o veja da maneira como Ele realmente é.

5. Mover – mova-se da ociosidade e de outros comportamentos vulneráveis para uma atividade útil.

- A lascívia cresce rapidamente no jardim da ociosidade. Encontre algo útil para realizar, com todas as suas forças.

“No zelo, não sejais remissos; sede fervorosos de espírito, servindo ao Senhor” (Rm 12.11);

“Sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão” (1 Co 15.58).

- Seja abundante em atividades. Faça alguma coisa: limpe um quarto, pregue uma tábua, escreva uma carta, conserte uma torneira.

- E faça tudo por amor a Jesus.

- Você foi criado para administrar e trabalhar.

- Cristo morreu para nos tornar zelosos “de boas obras” (Tt 2.14).

- Substitua as concupiscências e paixões enganosas por boas obras.


Extraído do livro: Penetrado pela Palavra, de John Piper (Copyright: © Editora FIEL 2009)

domingo, 11 de março de 2012

Pastor Martim Alves toma posse como novo presidente da Assembleia de Deus no RN


Pastor Martim Alves foi eleito em fevereiro com mais de 60% dos votos válidos

Neste sábado, 10, a partir das 17h, terá início a Assembleia Geral Extraordinária para aprovação do novo presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus do Rio Grande do Norte (IEADERN), pastor Martim Alves da Silva, eleito no dia 11 de fevereiro passado. O evento será realizado no Ginásio Nélio Dias, no Gramoré, zona Norte de Natal.

Denominado de Íntegra IEADERN, nessa assembleia, às 19h, será efetuada a posse do novo presidente da Assembleia de Deus no Estado, pastor Martim Alves. A programação inicia às 19h, com o louvor com Alice Maciel e Banda Pentecostal, Orquestra Evangélica Filarmônica Gênesis e o Conjunto Infantil Brilho Celeste.

De acordo com a programação, a ministração da Palavra e a transição da posse ficará a cargo do pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB).

Tido nos meios evangélicos como um homem culto e muito simples, o pastor Martim Alves tem 58 anos, é pastor da Assembleia de Deus em Mossoró. Ele substituirá o pastor Raimundo João, que completou 87 anos e foi jubilado do cargo.

Martim Alves foi eleito presidente da IEADERN com 190 votos, representando 61% dos votos válidos, enquanto o concorrente, pastor Ivan Gonçalves de Oliveira, de Nova Cruz, teve 122 votos, representando um percentual de 39% dos votos válidos. “Deus me revelou que eu seria presidente da Igreja Assembleia de Deus no Estado do Rio Grande do Norte”, disse o pastor Martim Alves da Silva, após tomar conhecimento do resultado final da eleição.

A Assembleia de Deus é a maior igreja evangélica pentecostal do Brasil e uma das maiores do mundo. A igreja chegou ao Brasil em 18 de junho de 1911, quando os missionários suecos, Gunnar Vingren e Daniel Berg, aportaram em Belém, capital do Pará. A Assembleia de Deus no Brasil expandiu-se pelo Estado do Pará, alcançando o Amazonas e logo propagou-se para o Nordeste e demais estados da federação.

Créditos: Luciano Oliveira

quarta-feira, 7 de março de 2012

COMO ALCANÇAR A VERDADEIRA PROSPERIDADE



Texto Áureo

“E riquezas e glórias vêm de diante de ti, e tu dominas sobre tudo, e na tua mão há força e poder; e na tua mão está o engrandecer e dar força a tudo” (1Cro 29.12).

Parafraseando a Verdade Prática de nossa lição, diria eu que a verdadeira prosperidade é aquela, que me faz um generoso abençoador da vida de meu próximo, e, participante ativo no crescimento do reino de Deus, isso em todos os aspectos: Espirituais, físicos, financeiros, logísticos, quantitativo como qualitativo. Prosperidade sem ação e um anomalia. É um monstro que apesar de crescer, ficar grande, porém espantoso. Devemos buscar êxito com propósitos definidos.

Você crê nas fórmulas mágicas de auto-ajuda? Hoje em dia, as pregações são muito mais formulas para se dar bem financeiramente, que o plano de Deus para o homem. O x da questão, é que, na medida em que cresce o famigerado evangelho da prosperidade, muitos pregadores que eram exemplos de vida com Deus, tornaram-se mestres segundo o curso desse mundo, ensinando apenas a ganharmos o céu na terra, e esquecendo que: “Nossa cidade está nos céus, donde também esperamos o Senhor, o Salvador Jesus Cristo”(Fl 3.20).

I.                    CONFIANDO NA SUFICIÊNCIA DE DEUS.

1.      Uma das frases, ou chavões dos teólogos da prosperidade é: “O melhor de Deus está por vir”. Analisando essa frase vi, o quanto esses homens perderão a sensibilidade bíblica, pois o MELHOR DE DEUS já veio, nasceu, cresceu, evangelizou, formou um grupo de apóstolos e discípulos, morreu na cruz, ressuscitou ao terceiro dia, ascendeu aos céus, e prometeu estar conosco todos os dias até a consumação dos séculos. Basta abraçarmos o melhor de Deus que é Cristo Jesus. Aquele que nos trouxe salvação, redenção, regeneração, libertação e vida eterna (Jo 3.16; 5.14), e, como disse Paulo aos Colossenses 2.3: “Em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência”. Quem quiser ser sábio, e obter todos os tesouros da ciência de Deus, abrace o Melhor de Deus, que já veio a mais de dois mil anos. Àqueles que esperam em Cristo somente nesta vida, Paulo tem uma mensagem: “Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens”.

2.      Confiando na fidelidade de Deus. “O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades e, glória, por Cristo Jesus”. (Fl 4.19). Entendemos que nosso Deus quer dar a cada um de seus filhos, uma vida digna, e, para tal, Ele provê o necessário em todas as áreas de suas vidas, quer seja, física, material e espiritual. Jesus disse: “Mas buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mt 6.33). Essas coisas que Jesus disse, é o alimento, o vestuário, o calçado, etc. Como Ele disse no versículo 32 do mesmo capítulo: “... De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas”. Busque o reino de Deus e verás que estas outras coisas virão para ti e para tua descendência.

II.                  DEDICANDO-SE AO TRABALHO.



1.      A necessidade do trabalho. “Antes te lembrarás do Senhor teu Deus, que ele é quem te dá força para adquirires poder; para confirmar o seu concerto, que jurou a teus pais; como se vê neste dia”(Dt 8.18). Ninguém recebe nada de braços cruzados. Não há passe de mágica, pois Deus se assim acontecesse, Deus estaria incentivando o ócio, a preguiça. Porém, o Senhor, desde antes da queda de Adão e Eva, já havia instituído o trabalho como meio de sobrevivência da raça humana. Deus não tira da conta de ninguém para colocar na tua. Logicamente que Ele pode usar alguém para te ajudar, pois ele toca nos corações nos momentos oportuno, porém, é necessário que haja esforço de nossa parte para Deus nos ajudar (Ef 4.28).

2.      Os benefícios do trabalho. Existe um provérbio secular que diz: “Mente desocupada é oficina do diabo”. Deus nunca incentivou o ócio. Davi quando esteve desocupado no palácio caiu em pecado. Se estivesse no campo de batalha, como das outras vezes não teria cometido adultério e posteriormente assassinato (2Sm 11). O trabalho, além de dignificar o homem, lhe condições para ajudar aos necessitados (At 20.35).

III.                USANDO O DINHEIRO CORRETAMENTE.

1.      Rejeitando o consumismo. Como você tem gastado seu dinheiro? Cada um deve saber como gastar da melhor maneira o fruto de seu trabalho, pois, quando caímos nas garras do consumismo, nos tornamos presas de uma sociedade que prioriza o TER muito mais que o SER. A vida de uma pessoa não consiste na abundancia que possui, porém, a sociedade, principalmente a hodierna, prioriza, e, trata a cada um, dependendo de suas posses. Cada um deve ter esse cuidado, para não estar preso pelas grades invisíveis do consumismo, que tem sido uma tragédia na vida de todos àqueles que se deixa levar por essa onda. Lembremos de Agur, e, peçamos ao Senhor que nos ajude para que tenhamos a porção necessária para sobrevivermos com dignidade (Pv 30. 7-9).

2.      Contribuindo para a Obra de Deus. Quando contribuímos com a evangelização, construção de templos e manutenção dos obreiros, etc. estaremos investindo da melhor maneira nossas finanças. Alguém pode até dizer que Deus não precisa de dinheiro, isso é uma grande verdade, porém a sua obra precisa. Pois, Deus faz o sobrenatural, e nós o natural.

3.      Contribuição voluntaria e regular. Nunca devemos contribuir com a obra de Deus pensando em barganhar com Ele, nem tão pouco por ter medo que Deus nos faça algum mal, más sim, por amor e desejo de ver a sua obra cresce a cada dia. Também não é bom que sejamos contribuintes turistas, isto é, aqueles que aparecem de vez em quando, mas sermos regulares com nossos dízimos e ofertas para a manutenção da casa de Deus. Tenho dito, que se cinqüenta por cento dos membros da igreja, entregassem seus dízimos e ofertas regularmente, não seria necessária nenhuma campanha extra para compras de prédios, construção de igrejas e outros gastos ordinários da Igreja. Portanto, contribuamos com voluntariedade e regularidade para o Senhor, e, faça isso com alegria (2Co 9.7).



CONCLUSÃO.

Fica aqui uma palavra aos nobres leitores de nosso blog, para que você possa entender que a verdadeira prosperidade, fundamenta-se antes de tudo, em confiarmos nas providencias de Deus, a começar  na providencia para nossa grande e eterna salvação e as demais coisas que nosso Pai Celestial sabe e providenciará para todos seus filhos que oram e confiam Nele. Um abraço a todos.

Pr Daniel Nunes – Vosso conservo em Jesus Cristo


domingo, 4 de março de 2012

Cultos dominicais da ADCG serão transmitidos ao vivo

A partir de hoje (04.03) os cultos dominicais realizados no Templo Sede da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande serão transmitidos ao vivo pela Internet.
A iniciativa foi do Pastor Daniel Nunes da Silva, presidente da ADCG e COMEAD-CGPB, visando a expansão do evangelho de Cristo na Grande Rede.
Os cultos serão transmitidos às 19h, no Blog do pastor Daniel Nunes: http://www.pastordanielnunes.com.br/p/culto-ao-vivo.html Durante a transmissão, internautas de todo o mundo poderão deixar recados e comentários, além de acompanhar os louvores, testemunhos e a ministração da Palavra de Deus.
A primeira transmissão, que acontecerá hoje a noite, será do Culto de Missões, realizado todos os primeiros domingos de cada mês no Templo Central. Graças a essa inovação, os missionários enviados pela SEMAD-CGPB poderão acompanhar o culto e manter contato com a Igreja em Campina Grande de forma simultânea.

Fonte: http://www.adcgonline.com.br/

sábado, 3 de março de 2012

Há sempre uma saída

Em Apocalipse 4.1 está escrito: “Depois destas coisas, olhei, e eis que estava uma porta aberta no céu...”. João havia sido jogado na ilha de Patmos, como disse ele mesmo: “Por causa da Palavra de Deus”, e, a intenção era que o apóstolo do amor, morresse comido por alguma fera que habitava aquele lugar inóspito.

João, não tinha a opção que teve Abraão, de percorrer a terra na sua largura e seu comprimento, pois, olhava de um lado para o outro e somente via águas e feras. Foi nesse momento que o pescador reciclado para evangelista e apóstolo, desvia seu olhar das coisas terrenas, e fixa-a no céu. Ao olhar para cima, como fez Davi, o grande rei de Israel no Salmo 121, ele pode ver que nem tudo estava perdido, pois, quando as portas se fecham na terra, Deus, o Pai de grande amor, abre uma porta no céu.

Não sei se estás vivenciando a mesma situação do apóstolo João, se tens olhado para todos os lados, e, todas as portas estão fechadas para você, mas nesse momento te convido a olhar para Deus com muita fé, e verás, que ainda há uma saída. Ainda há solução. Por mais difícil que pareça ser o caso, Nosso Grande e Eterno Deus entrará com providencia. Tão somente confia!

Pr Daniel Nunes - presidente da AD em Campina Grande-PB

Presidente da Câmara de Monteiro destaca posse do Pastor da Assembleia de Deus

O vereador Paulo Sérgio Ferreira de Lima, presidente da Câmara Municipal de Monteiro, destacou na Tribuna da Casa Jose Ferreira Tomé, a posse do novo Pastor da Igreja Assembleia de Deus, Francisco Monteiro, que assumiu o comando da Igreja em substituição ao Pastor José Raimundo.A cerimônia aconteceu no domingo passado (26), no Templo da Assembleia DEUS, com a presença do Pastor – Presidente da Convenção, Daniel Nunes da Silva.Paulo Sérgio enalteceu o trabalho realizado pelo Pastor José Raimundo e desejou boas vindas e muito êxito ao novo Pastor, destacando a importância do Ação Evangelizadora desenvolvida pela Assembléea de Deus na cidade de Monteiro e no Cariri paraibano. Assessoria/Paulo Viana FOTO: CL

Que saudades da Assembléia de Deus!

Para quem nasceu no ano de 1964, em berço pentecostal da Assembleia de Deus, as coisas andam muito estranhas ultimamente. O evangelho pregado hoje em dia em muitos púlpitos e em muitos programas de televisão está totalmente deturpado. Pouco se fala em salvação, libertação, santidade, transformação, regeneração, entre outras doutrinas que sem nenhum aviso prévio, simplesmente deixaram de ser ensinadas por nossos mais exímios pregadores. O apóstolo Paulo, escreve a seu filho na fé Timóteo dizendo: “...que pregues a Palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências” (2Tm 4.2,3). Veja que Paulo fala de um tempo posterior a ele que viria, em que homens, amantes de si mesmos (2Tm 3.2), amontoariam doutores, e insisto no “SI” que grifei, pois o mesmo indica que os doutores seriam reféns de seus adeptos, e, que pregariam apenas o que seus ouvintes quisessem ouvir. O que é que estamos escutando de nossos pregadores? Receba a chave da casa, do carro, do apartamento, a cura (apenas do corpo), etc. Onde ficam as verdades cristalinas do evangelho pregado por Jesus Nosso Mestre e Salvador? “No mundo tereis aflições, mas tendes bom ânimo; eu venci o mundo” (Jo 16.33). Poderia deixar aqui inúmeros versículos onde a Bíblia relata que servir a Deus não é céu na terra. Com isso não estou contra a prosperidade do evangelho, pois, bem sei, que aqueles que trabalham, lutam, estudam, investem, com a benção de Deus poderão ser prósperos, o que não podemos engolir e uma prosperidade a qualquer custo. Somente porque “semeei” (usando a linguagem dos tele-evangelistas) quer dizer, ofertei, doei, com especialidade para os tais, serei rico, ou serei próspero. A benção vem para quem trabalha, luta, estuda etc. As mensagens nesses últimos dias têm sido preparadas ao gosto do freguês. Dependendo onde se prega então se prepara a mensagem. Digo isso com tristeza, pois se foi o tempo em que os crentes iam para a igreja dizendo: “Fala Senhor porque o teu servo ouve”. Mas, Deus ainda fala!

Pr Daniel Nunes

Vencendo o pecado da inveja

“O amor não é invejoso.” – 1 Coríntios 13.4 Os gregos antigos contam a história de um atleta veloz que chegou em segundo lugar. Ele estava ali, ofegante, cansado, enquanto a multidão aplaudia o vencedor. Ele ficou ali, enquanto traziam a coroa do vencedor e os demais prêmios. Precisou ficar no local enquanto se faziam discursos em homenagem ao primeiro lugar. E na volta para casa, teve que ouvir o nome do vencedor de todos que encontrava. O vitorioso teve uma grande estátua erguida em sua homenagem no centro da cidade. O 2º colocado tinha que vê-la todos os dias e começou a se achar um perdedor. A inveja e o ciúme passaram a tomar conta de sua alma e ele já não conseguia fazer mais nada no dia-a-dia. Toda noite, quando perdia o sono, ele ia até a estátua do vencedor. Ali ele talhava umas lascas de pedra do alicerce. A cada noite, a grande escultura de mármore ficava mais fraca. Até que um dia ele tirou mais uma lasca, e a imponente imagem do atleta caiu sobre o homem com a talhadeira, matando-o na hora. O atleta foi esmagado pela imagem do homem que desprezava. Alguns dizem que o homem não morreu naquela hora, mas vinha morrendo aos poucos. - A INVEJA anda de braços dados com o CIÚME. INVEJA: É o comportamento típico do “eu não tenho”, é a pessoa que se ressente de todos os que têm algo que ela não possui. É silenciosa e sinistra, pronta para se alegrar com o infortúnio dos outros. CIÚME: Refere-se a possuir algo e viver com medo de perder. Está sempre a procura de um novo rival. Longe de ser benigno e sutil, é grosseiro e cruel. - A inveja não é necessariamente querer para nós mesmos, mas simplesmente querer que seja tirado do outro. - A Bíblia nos ensina a chorar com os que choram e sorrir com os que celebram. A inveja e o ciúme fazem justamente o contrário: Alegra-se com o sofrimento dos outros e sofre quando os outros estão dançando de alegria. - A inveja destrói a confiança entre as pessoas, desfaz casamentos e acaba com grandes amizades. - A pessoa invejosa tem problemas emocionais não tratados como baixa auto-estima, insegurança e inadequação. Ela sempre acha que a vida lhe deve mais do que ela tem recebido(seja carinho, afeto, dinheiro e bens materiais). Assume o papel de vítima com freqüência e sente-se inferiorizada em relação às demais pessoas. - A inveja se isola porque transforma todos ao redor em potenciais inimigos.

A vigília foi uma grande benção

A vigilia no Templo Central da Assembleia de Deus em Campina Grande foi uma verdadeira benção do céu. Cerca de trezentos irmão compareceram, entre eles muitos pastores, evangelistas, presbíteros, diáconos e auxiliares de trabalho, onde o poder de Deus caiu poderosomente no meio de todos. Foi oração, testemunho e a palavra de Deus. Jesus batizou 5 irmãos com Espírito Santo, trazendo assim uma renovação muito grande a todos os presentes, libertou um jovem que estava oprimido pelo diabo e curou enfermos. Um irmão que estava enfermo naquele momento veio a frente, onde todos os pastores oraram, e, ele confessou ter sido curado instantaneamente. O pastor Daniel Nunes agradece a todos e já convida para daqui a dois meses estar novamente para a segunda vigilia unida em Campina Grande.

CGADB convoca Ministros para AGE em Junho no estado de Alagoas

Edital de convocação - AGE CGADB

A Mesa Diretora da CGADB nos termos do art. 30, inciso I e II, do Estatuto Social, convoca a todos os associados que estejam com suas obrigações estatutárias devidamente quitadas, para, em Assembléia Geral Extraordinária, a reunir-se dos dias 06 a 08 de junho de 2012, no Centro de Eventos da Igreja Evangélica Assembléia de Deus no Estado de Alagoas, na cidade de Maceió-AL, localizado na Rua Antonio L. Souza, 100, Conjunto Napoleão Viana de Oliveira, próximo ao aeroporto, para apreciar e deliberar sobre a reforma do Estatuto Social e Regimento Interno, observada a pauta a seguir estabelecida, sem a inclusão de qualquer outro assunto:

1. Proposta de reforma do Credo oficial das Igrejas Evangélicas Assembléias de Deus no Brasil, com a inclusão do mesmo no Estatuto Social da CGADB, com a sugestão de inclusão nos Estatutos das afiliadas, em razão da proteção constitucional prevista no artigo 5º, inciso VI, da Constituição Federal à liberdade de crença e de consciência, em razão de mudanças previstas na legislação, ora em apreciação pelos órgãos legislativos próprios;

2. Proposta de reforma do Estatuto formulado pela Comissão designada pela Mesa Diretora, que altera os artigos 8º, incisos II e IV, 15, § 6º, 37, inciso IV, 45, 84 e 86, inciso II, do Estatuto Social;

3. Proposta de reforma do Regimento Interno, com a adequação do mesmo em razão das mudanças aprovadas no Estatuto Social.

Comunica, outrossim, que o evento será realizado no endereço acima mencionado, obedecendo a seguinte programação: Abertura: dia 06/06, quarta-feira, às 19:00 hs; 1ª sessão: dia 07/06, quinta-feira, das 09:00 às 17:00 horas, com intervalo para almoço, das 12:00 às 14:00 horas; 2ª e última sessão: dia 08/06, sexta feira, das 09:00 às 17:00 horas, com intervalo para almoço, das 12:00 às 14:00 horas, podendo ser encerrado no momento que a pauta do assunto for concluída.

As inscrições poderão ser realizadas a partir do dia 30 de março, até às 16 horas (horário bancário) do dia 30 de abril de 2012, exclusivamente pelo site da CGADB, www.cgadb.org.br, mediante pagamento da taxa irrestituível de R$ 100,00 (cem reais), através de boleto bancário disponibilizado no referido site, sendo fornecidos aos participantes o almoço e o jantar no dia 07/06, e o almoço no dia 08/06, sem custo adicional.
A inscrição somente será efetivada após a comprovação pelo estabelecimento bancário. Se, por qualquer razão, esta não for confirmada, a inscrição do ministro será automaticamente cancelada.

Nos termos do artigo 8º. inciso III do Estatuto Social, somente poderão se inscrever para a AGE os ministros que estiverem adimplentes com as suas anuidades. A pesquisa para acompanhar a situação da inscrição deverá ser feita no site da CGADB a partir de 72 horas (dia 04 de maio) após o encerramento das inscrições. Informações adicionais e ou consultas poderão ser realizadas na sede social na Avenida Vicente de Carvalho, 1083, Rio de Janeiro, RJ, ou pelos telefones: 21/3351-3054, 3351-3387, 3351-5256.

As despesas de locomoção e hospedagem serão suportadas por cada associado. Rio de Janeiro, 02 de fevereiro de 2012 José Wellington Bezerra da Costa Presidente

Posse do Pastor Martim Alves na Cidade de Natal

No dia 10 de março ocorrerá a posse do pastor Martim Alves, que foi eleito como sucessor do pastor Raimundo João de Santana, como presidente da Assembléia de Deus na cidade de Natal e da convenção do Rio Grande do Norte. Será em um dia de sábado, como disse o próprio pastor Martim, para facilitar que todos os pastores possam formar suas caravanas e ir até natal para esse dia de grande júbilo para a igreja riograndense.

Pastor Martim Alves é eleito para presidência da Assembléia de Deus no Rio Grande do Norte

O pastor Martim Alves da Silva,59, é o novo presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Estado do Rio Grande do Norte (Ieadern). A eleição para a escolha do sucessor do pastor Raimundo João de Santana, que em janeiro passado renunciou ao cargo após ser jubilado, aconteceu no sábado, 11, no templo sede da igreja, em Natal. O colégio eleitoral, formado por pastores e evangelistas, era de 360 eleitores. Favorito no pleito, o pastor Martim Alves obteve 190 votos, contra 122 do segundo colocado, o pastor Ivan Gonçalves de Oliveira, de Nova Cruz. Foram registrados ainda cinco votos nulos e dois em branco. Concluído todo o processo, que transcorreu dentro da normalidade, o pastor Ivan Gonçalves reconheceu o resultado do pleito, garantido ao pastor Martim Alves, eleito, colaboração para que desenvolva um trabalho de reestruturação da igreja em todo o Rio Grande do Norte. No dia 2 de março, a igreja se reunirá em Assembleia Geral quando aprovará a decisão da Assembleia Ministerial. Isto é meramente uma questão estatutária, já que a igreja jamais irá se opor ao resultado das urnas. A posse do pastor Martim Alves se dará no mês de abril. Nos meios evangélicos a candidatura do pastor Martim Alves ganhou força ao longo do período e chegou forte no pleito do último sábado. Ele é natural de Caicó e teve uma infância simples,experimentado as vivências de uma criança sertaneja. A plataforma de trabalho do novo presidente é baseada num Plano de Gestão,que propõe,entre outros itens, a elaboração de um plano macro de evangelização para a da Ieadern, considerando-se as peculiaridades de cada Campo Eclesiástico, por meio da utilização de todos os recursos disponíveis, até o uso da mídia. Outra proposta contida no plano de gestão do pastor Martim Alves é a formação acadêmica teológica para todos os obreiros no Estado, tanto por meio das escolas teológicas já existentes nas cidades do interior (descentralização),como por intermédio do fortalecimento do Centro de Educação Teológica da Assembleia de Deus (Cetad), inclusive com a criação dos cursos de Mestrado e Doutorado em Teologia, a partir de convênios com outras instituições nacionais e estrangeiras. O pastor Martim Alves é evangélico desde 1960, integra o Ministério da Ieadern desde 1974. Pastoreou as Igrejas de São Gabriel da Cachoeira (AM) e no RN nas cidades de Equador,Santana do Matos, Serra do Mel e Mossoró (desde 1993). Por: Luciano Oliveira / Charlles Oliveira Fonte: Jornal O Mossoroense Que o Senhor continue abençoando o pastor Martim Alves, sua família e toda a igreja no Rio Grande do Norte!

Famigerada teologia da prosperidade

Quanto mal tem feito para a igreja do Senhor a tal da teologia da prosperidade! Pois, seus adeptos, apresentam a fé como uma moeda de troca com Deus, uma forma barganhar com o grande e onipotente criador, colocando-o apenas como o serviçal dos Senhores da terra. Pela falta de conhecimento bíblico, muitos, induzidos pelos propagadores da heresia, se acham no direito de determinar o que querem, e cobrar do Senhor dos Senhores, como se fossem Deuses acima de qualquer situação. Mentes incautas, pobres e ignorantes de bíblia, passam a viver apenas na preocupação das coisas materiais e efêmeras deste mundo, que está prestes a ser desfeito pela ira de Deus, e, se esquecem das glorias eternais, que não se podem comparar como disse Paulo, com as aflições deste tempo presentes. Amarram o diabo todos os dias com cordas frouxas, pois o príncipe deste mundo, enquanto não for amarrado por aquele que de fato pode amarrar, continuará fazendo as suas peripécias, e, até usando pessoas de bíblias na mão, que querer trocar com Deus as coisas sagradas, como no caso de Simão o mago, que queria pagar com dinheiro aquilo que se faz unicamente pela fé. Os evangelistas da televisão pregam resultados imediatos para a vida financeira. Dizem que basta semear (ofertar). E dizem mais: "quanto mais semear mais vai colher". Usam os textos paulinos para tal afirmação. Quando Paulo falou isto, estava fazendo ofertas para os pobres de Jerusalém, e não ofertas para comprar aviões caros e se apresentarem na mídia à custa de milhões, com falsos milagres e engodo de um público faminto, sedento, carente e sem esperança como nosso povo brasileiro. Temos que revidar como o evangelho puro. Evangelho que liberta o homem de seus pecados e o prepara para o encontro com Deus. Sabemos que Deus abençoa sim, porém, as técnicas usadas pelos teólogos da barganha, é um evangelho que nada tem de novo, pois ai está à mão daquele que quis barganhar com Jesus quando ele estava lá no deserto. Cuidado igreja do Senhor. É tempo de olhar para Jesus o autor e consumador da fé.

Pr Daniel Nunes - Presidente da ADGC e COMEAD-CGPB