Pages

domingo, 10 de maio de 2015

AS MÃES SÃO FLORES

Gióia Jr.
São como as flores,
São como as flores, na suavidade, no aroma e cor
No sacrifício da mocidade, na doce benção, no puro amor.
São como as rosas maravilhosas, são como lírios, brancos de paz,
São flores belas de raras cores, são como aroma que satisfaz.
Cores e flores, perfumes, brilhos,
Dão-se inteirinhas de coração.
Vivem na vida dos próprios filhos,
Vivem ternura, vivem perdão.
As mães são flores,
As mães queridas, são margaridas, são girassóis,
Belas estrelas que a terra nutre, ao beijo quente de muitos sóis.
As mães são flores, mas flores murcham, Têm vida curta, sacrificiais
Que vivam muito, pedimos hoje, ao Deus bendito,
Que vivam mais.
As mães são flores, rubras, douradas, iluminadas e muito amadas.
Sonho e afeição. Casa na rocha, que não se abala,
convive e fala, verso e canção.
As mães são flores. Deus as proteja,
Deus cuide delas com muito amor.
As mães são flores. Queridas flores, flores do trono do Salvador.
Jardim é a vida as mães são flores e no seu dia, cantamos nós,
Deus dê a todas este presente:
Que vivam muito, mais do que a gente
Para que nunca fiquemos sós.

quinta-feira, 7 de maio de 2015

DIA DAS MÃES.

Todos os anos, no segundo domingo do mês de maio, se comemora o dia das mães. Aqui no Brasil, foi a partir do ano de 1932 que o presidente Getúlio Vargas, decretou essa comemoração. Apesar do amor que sempre devemos devotar a essa pessoa tão importante em nossas vidas, o dia das mães, foi transformado em uma data apenas de consumo. Somente o natal ganha do dias das mães para aquecer mais o comércio, por isso mesmo, os comerciantes, aguardam com muito entusiasmo a chegada desse dia.
Mãe é sim uma pessoa de suma importância em nossas vidas. Somente o amor de Deus supera o amor de uma verdadeira mãe. O Senhor Deus, falou através do profeta Isaías dizendo: "Acaso, pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não esquecerei de ti"(Is 49.15). Conheço a história de uma mãe, que se queimou quase por completa, para salvar sua filhinha que dormia no berço quando a casa pegou fogo. Ela entrou em meio as chamas, abraçou com a menina, que tinha seu corpinho envolto no colchão e nos cobertores. A menina escapou sem nenhum ferimento, mas a mãe, ainda jovem, perdeu toda sua formosura e sua saúde pela filha. Doce amor de mãe. Amor que a eleva ao nobre posto de rainha do lar.
Que nós os filhos, venhamos amar a essa mulher tão importante, não somente nesse segundo domingo do mês de maio, mas, que possamos devotar a ela amor, carinho, compreensão, todos os dias de nossas vidas.
Elas não são mulheres perfeitas. São apenas mulheres. Mulheres que sofrem, que choram, que corrigem os filhos, mas sobretudo que ama. Ama e ama muito. E por causa desse amor, ela tolera, suporta, e ajuda o filho, e vai com ele até as últimas circunstancias.
Parabéns a minha amada e querida mamãe (Maria Soares), a minha esposa (Katia Cristina) e parabéns a todas a mamães do Brasil e do mundo pelo vosso dia.

Pr Daniel Nunes

quinta-feira, 30 de abril de 2015

A FORÇA DO SILENCIO

Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus, serei exaltado entre as nações; serei exaltado sobre a terra” (Sal 46.10).

E coisa difícil ensinar alguém fazer silencio, principalmente quando a dor aperta e a angustia toma conta da alma. O desejo de quem está sofrendo é gritar, clamar, suplicar nas maiores alturas. No Salmo em apreço, vemos a perplexidade das nações, onde o texto poético, e ao mesmo tempo profético nos fala da mudança da terra; montes sendo transportados para o meio dos mares; águas rugindo e perturbando-se.
O cenário é desolador! Tsunamis, terremotos, ataques terroristas. O estado Islâmico e outros grupos extremistas ameaçando a paz da humanidade. Os países se preparando a cada dia para uma possível terceira guerra mundial. Todos com medo de todos. A corrupção que graça como uma praga epidêmica a sociedade mundial, principalmente na nação brasileira. Leis malignas para a desconstrução da família, onde dois homens ou duas mulheres, agora por força da lei podem constituir uma família. Isso é sem nenhuma dúvida, uma acintosa afronta ao criador da família tradicionalmente conhecida (homem e mulher). A moral e a ética estão sendo jogadas na lata do lixo. O mundo está enfermo, o Brasil está enfermo a raça humana sem Deus está no estado que profetizou Isaias: “Desde a planta do pé até a cabeça não há nele coisa sã, senão feridas, e inchaços, e chagas podres, não espremidas, nem ligadas, nem nenhuma amolecidas com o óleo” (Is 1.6).
Como se bastasse, vemos uma igreja contemporizada. Adotando métodos cada vez mais materialistas e humanos, e, esquecendo-se do divino e sobrenatural. O conformismo com o mundo tanto de membros como de obreiros é grande. Cada qual que queira ser maior e melhor. O mundo entrando de maneira avassaladora dentro dos arraiais cristãos. O divorcio se tornou palavra comum no seio evangélico. Adultério parece que não envergonha mais. É comum ver pastores caírem em pecado em uma igreja; serem disciplinados, e, logo estar em outra agremiação religiosa, assentado sobre o púlpito (plataforma), pregando, como se nada tivesse acontecido. Já não se lamenta mais pelo pecado! Já não se chora mais nos cultos. O tempo de levar lenços para igreja para enxugar as lágrimas passou. Ah como lamenta a minha alma!
Mas, no fim do túnel vê-se uma luz, ou melhor, escuta-se uma voz. Como aquela que Elias escutou na caverna de Orebe: “Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus”. Ah como eu creio nisso. Como creio que o Senhor continua assentado no alto e sublime trono. Ele continua tanto Deus agora, como era, quando a arca de Noé flutuava sobre as profundas águas do dilúvio. E Ele nos diz: “aquietai-vos”. Sei que é difícil fazer silencio nessas horas. Mas quem está mandando é Ele. Assim mesmo Ele disse a Moisés e ao povo de Israel: “Estai quietos e vede o livramento do Senhor” (Ex 14. 13). O poder do silencio é muito forte. Em meio a uma floresta, ou na beira de um lago manso, para ouvirmos o canto dos pássaros e o murmúrio das águas se faz necessário estar em silêncio. Talvez, não estamos ouvindo as diretrizes do Senhor por nosso próprio barulho. Vamos silenciar em oração devocional com Deus. Vamos fazer como Ana que apenas mexia com os lábios, mas, foi ouvida nos céus.
Creio em uma ação do Senhor sobre todos os problemas que passa o mundo. Ele está no controle de tudo. Pode até os céticos, os incrédulos acharem que não. Que Deus não se importa com nada que acontece aqui. Mas isto não é verdade. Ele se importa si, e nos diz: “Serei exaltado entre as nações, serei exaltado sobre a terra”. Vale a pena confiar no senhor. Silenciar ante a sua potente voz e deixar ele agir em nossas vidas. AMÉM.


Pr Daniel Nunes

quinta-feira, 9 de abril de 2015

SALVO PELA GRAÇA

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus” (Ef 2.8).

Pode até alguém desavisadamente, ou maliciosamente achar que nós, os pentecostais, achamos que somos alguma coisa, porque cremos no continuísmo dos dons espirituais, mas, isso não há nenhum indício de verdade! A verdade fiel e cristalina é que, quanto mais o homem busca a Deus, mais ele sente a sua dependência dEle, da sua graça, do seu perdão, do seu amor, enfim, dependemos tudo do Senhor.
Outra questão é entenderem que não cremos na graça de Deus para nossa salvação, apenas porque cremos no livre arbítrio. A verdade sobre isso, é que cremos em uma graça preveniente (graça previa), que invade o coração do homem, dando-lhe condições de ter vontade de se aproximar de Deus, e isso não provém diretamente do homem, mas da graça, que é convidativa e atrai o homem para Deus. Portanto, como disse Roger E. Olson, “A salvação é inteiramente da graça, e o mérito é excluído”. O nobre autor citado, nos diz que “a graça é a causa eficiente de salvação e a fé é a única causa instrumental de salvação, em exclusão dos méritos humanos”.
Outro sim, achar que o livre arbítrio é a doutrina central que pregamos é falta de conhecimento do que realmente cremos e pregamos, ou então má fé por parte de opositores a obra pentecostal, pois o que mais pregamos, ou seja, o cerne daquilo que pregamos é o caráter amoroso e justo de Deus, e, isso inclui o desejo de Deus em salvar a todos os homens, conforme está escrito em 1Timóteo 2.4: “Que quer que todos os homens se salvem e venham ao conhecimento da verdade”. Para isso, existe graça provisional para todos os homens, porém, somente aqueles que de fato atenderem a esta graça serão salvos. “Porque para isto trabalhamos e lutamos, pois esperamos no Deus vivo, que é Salvador de todos os homens, principalmente dos fiéis” (1Tm 4.10).
Portanto, creio inteiramente na graça de Deus. Graça maravilhosa, boa, justa, grande, poderosa, sem medida, que me atingiu de tal forma, de tal maneira, que pude aceitar a Jesus como meu Salvador pessoal, e hoje cantar alegremente: “Graça tão maravilhosa de Jesus”.

Somente a graça


Pr Daniel Nunes

sexta-feira, 3 de abril de 2015

COMO É DIFICIL SEGUIR AS PISADAS DO MESTRE!

João em sua primeira carta no capítulo 2.6 diz: Aquele que diz que está Nele, também deve andar como ele andou. Interessante, como nós, crentes na pessoa de Jesus Cristo, temos uma facilidade enorme de ler textos como esse, e, até ensinar aos outros; porém, quando chega o momento de coloca-lo em prática, falhamos. Andar nas pisadas do Mestre Jesus não é nada fácil! Jesus disse e Mateus escreveu no capítulo 11 versículo 29 do evangelho do Rei: "..., aprendeu de mim que sou manso e humilde de coração". Ele é o nosso Mestre, por quem devemos aprender o caminho mais certo, seguro e vitorioso da vida cristã. Será que estamos aprendendo Dele? Quantos crentes, que estão na igreja, e até arrogam o tempo de fé dizendo: Tenho tantos anos de crente. Que bom! Porém isso não é o bastante. Igreja não é INSS para contar tempos para aposentadoria. O que vale no evangelho é se de fato você aprendeu a andar nas pisadas do Mestre. Ah, eu ando sim, pode dizer alguém. Pois vou a igreja todos os dias; pago os meus dízimos religiosamente; todos os dias leio a Bíblia Sagrada, fazendo o meu devocional; não posso ver um pecador que já estou falando de Jesus e entregando-lhe um folheto; mantenho-me dentro da doutrina e dos usos e costumes que minha denominação ensina, por tanto, entendo que estou seguindo as pisadas de Jesus. Ok. Vamos fazer uma análise bíblica para ver se você passa no teste: (1) Em Mateus 5.44, Jesus ensina que devemos amar aos nossos inimigos e bendizer aos que nos maltratam, fazer bem aos que nos odeiam e orar pelos que nos maltratam e perseguem. Jesus ensinou e viveu dessa forma, pois quando Judas, o seu traidor, chegou para beija-lo, com aquele beijo que o entregou para seus algozes, Jesus o chama de amigo. E ai, passou nesse teste? Você está lendo este texto, e, não adianta mentir para ninguém que sim, pois você sabe muito bem, o quanto gostas de falar mal, e ouvir alguém falar mal daquela pessoa que te ofendeu com alguma coisa. É verdade ou não? Vamos para outro teste: (2) Em primeira Pedro 2. 23 diz: O qual, quando o injuriavam, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente. Como Jesus é diferente dos homens! Hoje, por qualquer coisa já se fala: Vou abrir um processo. Vou levar pra justiça. Vou te denunciar. Que evangelho barato, sem nenhum preço, sem valor que estamos vivendo hoje em dia. E ai, passou nesse outro teste? Você é daquele que sabe entregar tudo a Deus, ou daqueles pavios curtos, que qualquer coisa quer resolver no braço, na justiça, no revolver ou na peixeira? (3) Tem mais. Em João 17. 15 Jesus falou assim: Não peço que os tires do mundo, mas que os livre do mal. Lendo esse texto entendi, que somente existe na terra, a Igreja de Deus e o mundo. Ou você é igreja ou é mundo. Não adiante dizer que é membro de tal e tal igreja, que faz 50 anos que é crente, que paga dízimo, que evangeliza, que é o mais santo da igreja, que corrige todo mundo, nada disso. Ou você é Igreja ou é mundo. Estou entediado de ver tantos crentes que vivem a vida toda dentro das igrejas, arrotando santidade, mais que instigam a contenda, a mal querência, as separações no corpo de Cristo, etc. Estou entristecido e porque não dizer aborrecido, em ver as brigas por cargos, posições, nos púlpitos, nas primeiras cadeiras, nos holofotes das luzes incandescentes da mídia. Já não posso suportar, em ver tantos que pregam uma coisa e vivem outra. Que ensinam que não devem adulterar mais vivem na prática do adultério, que dizem que não podem mentir, porém são inveterados mentirosos. Que ensinam com grosso gogó para amar os irmãos, mas que não amam nem a esposa nem os filhos. Pastores que falam mal uns dos outros. Que brigam e não se perdoam. Ensinam os outros a pedirem perdão, mas eles mesmos desconhecem essa prática. Igreja é um povo separado para Deus. Um povo que verdadeiramente faz a diferença. Estou mais que convencido, que preciso e que precisamos desesperadamente voltarmos ao calvário. Reconsiderarmos muitas práticas de nosso cristianismo hodierno, que não está passando de palha seca sem fruto, sem alimento para um mundo faminto, perdido e sem rumo. Somente uma Igreja sadia na fé poderá salvar o mundo do caos social, moral, ético e sobretudo espiritual.

Com Lágrimas nos olhos, o vosso conservo em Cristo Jesus

Pr Daniel Nunes da Silva

quarta-feira, 18 de março de 2015

Igreja Presbiteriana dos EUA aprova casamento gay

A decisão foi tomada após três décadas de debates
por Leiliane Roberta Lopes


Integrantes da Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos decidiram nesta terça-feira (17) aceitar o casamento de pessoas do mesmo sexo. Foram três décadas de debate até que os religiosos resolveram incluir o casamento gay na Constituição da igreja.
A alteração tira a parte que aceitava a união “entre um homem e uma mulher” e coloca como casamento a união “entre duas pessoas, tradicionalmente um homem e uma mulher”.
Líderes como o diretor da Rede Aliança de Presbiterianos, reverendo Brian Elisson, comemoraram a decisão. “Finalmente a igreja, em seus documentos constitucionais, reconhece plenamente que o amor de gays e lésbicas é digno de ser celebrado pela comunidade da fé”, disse ele que há anos defende a inclusão de gays na igreja.
Carmen Fowler LaBerge, presidente do Comitê conservador Lay Presbyterian, disse em um comunicado que isso demonstra que a PCUSA rendeu-se às normas sociais. “Qualquer voz profética que a denominação um dia teve de falar a verdade e chamar as pessoas ao arrependimento já está perdida”, afirmou LaBerge.
“Tudo o que a (PCUSA) pode fazer agora é ecoar as vozes do mundo pois ela abandonou o vibrante apelo à levar o testemunho fiel do Deus que falou claramente sobre o assunto.”
Desde 2011 a denominação tem aceito a ordenação de homossexuais como pastores, fato que fez com que muitos fiéis deixassem de frequentar a igreja.
A Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos é a maior denominação presbiteriana do país tendo cerca de 1,8 milhão de fiéis. É importante salientar que a denominação é um corpo separado da Igreja Presbiteriana da América (PCA), que não mudou sua postura tradicional sobre o casamento gay.

quinta-feira, 5 de março de 2015

VOCÊ QUER VERDADEIRAMENTE SER CHEIO DO ESPÍRITO SANTO?


E não embriagueis com o vinho em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito” (Ef 5.18).

Você quer mesmo ser cheio do Espírito Santo? Sabes o que esse enchimento mudará em sua vida? Quereria que a sua casa fosse inundada de água, fogo e vento? Quero dizer: de forças incontroláveis da natureza? Quereria que outro ser entrasse em tua casa e começasse a te dar ordens em tudo o que você deve ou não fazer? Pois bem, é exatamente isso que o Espírito Santo vai fazer se Ele te encher. Leia atentamente o que disse Paulo aos Romanos 8.14: “Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus”. Você viu bem? “guiados pelo Espírito de Deus”. Aqueles que forem cheios do Espírito Santo serão guiados por ele.
É uma complicação muito grande, ou melhor, uma dificuldade enorme para o homem ser guiado pelo Espírito Santo de Deus, por causa de sua natureza caída. Você já viu alguém tentando tirar um bêbado de dentro de um bar? É uma luta muito grande! A pessoa que vai tirá-lo, aconselha para que ele saia, puxa, arrasta, e nem sempre logra o êxito desejado. Porque isso acontece? Por causa do vício. O viciado não ouve conselhos. Ele quer estar onde sua natureza sente-se bem. Assim é o homem caído. É bom lembrarmos que nem todos que dizem que aceitaram a Jesus, e que tem o Espírito Santo, tiveram de fato um encontro com Cristo, e, suas vidas continuam tão mundanas, eles continuam tão ímpios, quanto antes de levantarem suas mãos atendendo a um apelo do pregador. Porém, todos estão nos cultos dizendo: Espírito Santo enche-me! Será que eles querem mesmo ser cheios dEle?
Será que você está mesmo querendo ser cheio do Espírito Santo? Então vamos nos aprofundar um pouquinho mais, como será a vida de uma pessoa cheia do Espírito Santo: Jesus Cristo terá de ser o Senhor absoluto de sua vida; a sua personalidade será dominada por outro, e esse outro não é ninguém mais nem menos que o Espírito do próprio Deus; o Espírito Santo esperará obediência inquestionável em tudo; Ele não tolerará em você o pecado do ego, que podem ser traduzidos por: sentimentos de superioridade, tentativa de engrandecimento próprio, busca pelos interesses próprios e outo-defesa; o Espírito Santo estará sempre em franca oposição aos caminhos fáceis do mundo e a multidão mesclada na área da religião; Ele sempre zelará do seu bem; afastará de você a direção de sua vida, pois quem assumiu o controle foi ele; acontecerão coisas que você vai dizer que não sabe o que fazer, isso será Ele mostrando que quem resolve na sua vida é Ele; Ele testará você, te disciplinará, tudo para o bem da sua alma. Mas Ele também, te envolverá em um amor tão vasto e poderoso, evolvente, maravilhoso, que as suas perdas serão para você como grandes ganhos, e, as suas pequenas dores como enormes prazeres. Mas a tua carne vai se queixar, vai reclamar, vai chorar, pois ela vai achar que é um peso muito grande para ser carregado. Você, após ser cheio do Espírito Santo, vai poder dizer como Paulo “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne vivo-a na fé do filho de Deus, o qual me amou e se entregou a sim mesmo por mim” (Gal 2.20). Você ainda quer ser cheio do Espírito Santo?


Pr Daniel Nunes