Pages

Biografia

Filho do saudoso pastor Sebastião Nunes e da missionária Maria Soares, Daniel Nunes da Silva, nasceu na cidade de Maria Helena, no interior do Paraná, no dia 1º de fevereiro de 1964.
Desde a sua mais tenra idade dedicou-se ao serviço da obra do Senhor, ajudando seu pai nas igrejas por onde passou. Aos 9 anos já dirigia cultos infantis e orava pelos enfermos. Na sua adolescência era convidado para pregar em congressos de jovens e nunca mediu esforços para anunciar o Evangelho de Cristo.
Teve sua primeira experiência missionária aos 18 anos, cumprindo o chamado do Mestre em terras paraibanas. Foi no dia 31 de julho de 1982, que juntamente com a sua família passou a residir na cidade de Monteiro, onde participou ativamente da fundação e construção do templo da Igreja Assembleia de Deus naquele município.
Erguer o templo foi um ato de fé do pastor Sebastião, sua esposa, a missionária Maria Soares e do pastor Daniel Nunes, que na época enfrentou a construção como líder da mesma, tendo apenas alguns irmãos da nova igreja como ajudantes. Muitas foram às dificuldades encontradas na época, pois a seca calamitosa assolava todo o Nordeste, e Monteiro não ficou fora dessas grandes dificuldades. Mas o pastor Daniel Nunes lutou bravamente ao lado de seu pai para que o templo fosse levantado. Durante o dia trabalhava na construção do templo, às noites e nos fins de semana pregava o Evangelho pelas casas e ruas da cidade, semeando a paz, o amor e a esperança de salvação ao povo monteirense.
O tempo vivido em Monteiro foi de 5 anos e 6 meses. Nesse período Daniel Nunes contraiu matrimônio, no dia 7 de setembro de 1986 com Kátia Cristina Vasconcelos Nunes, filha de Valdomiro Vasconcelos e Francisca Inácia Vasconcelos. Da união nasceram três filhos: Karem, Keiler e Daniel Júnior.
No ano de 1988 transferiu-se de Monteiro para a cidade de Catolé do Rocha, depois para Brejo do Cruz e Cuité, em todas elas exercendo o pastorado, onde construiu templos e outras dependências necessárias para o desenvolvimento do trabalho eclesiástico e social.
No ano de 1996 foi enviado como missionário para a Bolívia, país no qual permaneceu por 6 anos, fundando trabalhos da Igreja Assembleia de Deus. No ano de 2002 regressou ao estado da Paraíba para a cidade de Campina Grande, onde ministrou aulas de espanhol, como voluntário em um cursinho pré-vestibular, coordenado pela Assembleia de Deus em Campina Grande, para alunos carentes.
Exerceu por 11 meses o pastorado na cidade de São Sebastião de Lagoa de Roça, onde desenvolveu um trabalho de ação social com crianças carentes, dando todas as tardes alimentação para mais de 30 crianças, chegando dias de ter mais de 50, trabalho este que ficou reconhecido por toda a sociedade da referida cidade. Em 2004 foi empossado como pastor titular da Igreja Assembleia de Deus na cidade de Monteiro, onde construiu o novo templo sede, com capacidade para mais de 1.200 pessoas sentadas. Nesse período ingressou na Mesa Diretora da COMEAD-CGPB (Convenção de Ministros da Assembleia de Deus em Campina Grande e no Estado da Paraíba), assumindo o cargo de 2º secretário.
Também foi secretário da SEMAD-CGPB (Secretaria de Missões da Igreja Assembleia de Deus em Campina Grande e no Estado da Paraíba) e trouxe para a cidade de Campina Grande os cursos teológicos do IBADEP (Instituto Bíblico das Assembleias de Deus do Estado do Paraná) e do CETADEB (Centro Educacional Teológico das Assembleias de Deus no Brasil), sendo deste último, o atual representante na região Nordeste.
Em fevereiro de 2011, o Pastor Daniel Nunes foi transferido para a Igreja Assembleia de Deus em Picuí, onde em um curto período de tempo (apenas 5 meses) empreendeu reformas na estrutura física do templo ali existente.
No dia 10 de julho de 2011, foi eleito pastor presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande e da COMEAD-CGPB. Desde então tem trabalhado com dedicação em prol do crescimento da Obra de Deus e visando o bem-estar do povo evangélico campinense e da sociedade como um todo. Na sua gestão, o Pastor Daniel Nunes já tem empreendido reformas em vários templos na cidade de Campina Grande, a exemplo da congregação da Liberdade 1, José Pinheiro, Promorar, Cuités e Mutirão 2, além de ter pré-inaugurado o templo da congregação do Dinamérica 3, obra iniciado pelo saudoso Pr. Francisco Pacheco de Brito. Outra grande obra foi a ampla reforma do Templo Central da Igreja Assembleia de Deus.
O Pastor Daniel também tem promovido e apoiado a realização de grandes cruzadas evangelísticas, como a Cruzada Campina para Cristo, que tem levado a Palavra de Deus às quatro áreas da cidade e, através dela, tem resgatado jovens do vício das drogas e restaurado inúmeras famílias.
Outra importante ação do Pastor Daniel Nunes da Silva foi a criação do Programa de televisão Mensagem de Esperança, no dia 17 de outubro de 2011. Veiculado de segunda à sábado na TV Borborema (afiliada do SBT), o Programa tem abençoado milhares de vidas e propagado na mídia a Palavra de Deus. No dia 28 de janeiro, o Pastor Daniel expandiu ainda mais esse projeto evangelístico, levando o Programa Mensagem de Esperança para o rádio. A emissora que acolheu o programa foi a Rádio Clube 1350 AM.
O pastor Daniel Nunes é formado em Teologia pela EETAD (Escola de Educação Teológica das Assembleias de Deus), e ordenado ao Santo Ministério da Palavra desde janeiro de 1988. É formado em Pedagogia pela UVA (Universidade Estadual do Vale do Acaraú), com Licenciatura Plena – Habilitação em Magistério das Matérias Pedagógicas do Ensino Médio e Séries Iniciais do Ensino Fundamental. Também tem especialização em Língua Portuguesa e na área de Missiologia pela EMAD (Escola de Missões das Assembleias de Deus).
No dia 11 de novembro do ano de 2004 recebeu o título de Cidadão Monteirense, concedido pela Câmara de Vereadores de Monteiro - Casa Alcindo Bezerra de Menezes, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados ao Município, e no dia 30 de maio de 2006 recebeu o título de cidadão Paraibano concedido na casa Epitácio Pessoa sob a lei No 8,012. Foi reconhecido ainda como Cidadão Picuiense, no ano de 2011 e no dia 27 de março de 2013, tornou-se filho de Campina Grande, recebendo com honras a cidadania campinense na Casa de Félix Araújo.

1 comentários:

Reynaldo Melott disse...

Grande varáo, parabens querido pastor e estamos esperando na Bolivia.

Postar um comentário