Pages

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

O CINTO DA VERDADE E AS AMARRAS DA MENTIRA

"Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a verdade" (Ef 6. 14a). Cingir é apertar envolta da cintura, prender, apertar, abraçar. Usando a indumentária dos antigos soldados romanos como símbologia, Paulo nomeia as partes que compunha essa armadura, e a primeira citada é exatamente o cinto da verdade. O profeta Isaias, falando do Messias disse: "E a justiça será o cinto do seus lombos, e a verdade o cinto do seus rins"(Is 11.5). Como é importante falarmos a verdade de nosso coração! Muitas vezes a verdade machuca, dói, nos faz chorar, porém, a verdade espreme tumores malignos, que brotaram da e na impureza das veias no corpo de uma sociedade doente, enfermiça, porque, não quer ouvir a verdade que expurga o mal que a mentira e o engano traz para o bojo dessa sociedade. É mais fácil tentar se camuflar, disfarçar em meio as crises, que encar-las de frente. Quantas vezes estamos como o Rei Acabe, disfarçado em meio as guerras da vida, pensando que esse disfarce nos fará livres do mal que está prestes a nos atingir (1Rs 22.30), ledo engano, o pusilânime rei, foi morto assim mesmo! O disfarce funciona muito bem diante dos olhos dos homens, más, diante dos olhos daquele que, tanto faz a noite como o dia, nada escapa. O Salmista disse: "O que usa de engano, não ficará dentro da minha casa" (Sal 101. 7). Ora, se Davi, com toda as suas imperfeições, não queria conviver com mentirosos, enganadores, imagina Deus que é Santo, Santo, Santo, verdadeiramente verdadeiro. A Bíblia falando a respeito de Jesus diz: O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano" (1Pe 2.22). Ouvi alguem dizer: "Você pode enganar alguns por pouco tempo, poucos por algum tempo, mas não passará toda vida enganando a todos". A verdade é um cinturão que não se quebra. A verdade é hoje, amanhã e será sempre a mesma coisa. As amarras da mentira, da falsidade se quebra, porque é de um material de inferior categoria. Quem confeccionou as amarras da mentira, é um péssimo costureiro, pois ele é o pai da mentira. Jesus, muitas vezes usou o termo: "Em verdade em verdade vos digo". Coisa boa é ouvir uma noticia da boca de uma testemunha verdadeira! Salomão disse que a testemunha verdadeira livra as almas (Pv 14.25). Estamos vivendo os dias das aparências, do engano, do parece que é mas não é. Das flores e rosas artificiais. São flores, mas não há perfume nelas. As abelhas e o beija flor não se importa com elas, porque são artificiais, enganosas. No mundo cristão evangelico hoje em dia, estamos vivendo tempos de artificialismo. Tempos que o Espírito Santo está dizendo: "Este povo honra-me com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim"(Mt 15.8). Não vale a pena estar fingindo na vida cristâ! Sei muito bem que viver uma vida equilibrada, verdadeira em Cristo Jesus tem um preço a ser pago. Não estou aqui me colocando como super crente, ou super santo, não, absolutamente, porém, entendo que é necessário, termos uma postura verdadeira diante de Deus e dos homens. Que Deus nos ajude a sermos crentes de um só rosto. Que não sejamos uma coisa na igreja e outra casa, outra na rua. Abraços a todos que amam a vinda de Jesus. Pr Daniel Nunes

1 comentários:

Samuel Santos disse...

A paz do Senhor!
Belas palavras, gostei muito.
Dc. Samuel

Postar um comentário